quarta-feira, 11 de agosto de 2010

E um olhar se perde ao longe

Nem alegria e nem tristeza
Será o dia do alívio ( Dia do alívio- Forfun )

Andou pela grama e sentiu o vento batendo em seu rosto, sentia-se como em um filme, só faltava o rio a sua frente e o namorado ao seu lado. Cada passo que dava parecia poder mergulhar, os matinhos faziam cócegas em seus pés e a faziam sentir vontade de rir. Depois de tanto drama e pensamentos na noite anterior agora ela simplesmente se sentia livre de tudo.
Andava lentamente e tentava enxergar o lindo e azul céu enquanto o sol tentava cegar seus claros olhos.
Via o verde de todos os lados. Verde, a cor da esperança.
Seus passos estavam cada vez mais lentos, o vento cada vez mais forte batia em seu rosto e parecia soprar dela cada coisa ruim que pudesse impedi-la de viver bem.
Então ela apenas sentou na grama e ficou olhando pro nada e pensando em nada , esvaziou sua mente e ficou lá sentada esperando os minutos passarem ou esperando que uma força maior ou um ser inconveniente viesse chamá-la.

3 comentários:

*Amanda* disse...

Nossa! Que lindo. Realmente está muito bom! Pode ver/seguir meu blog?

http://primeiro-livro.blogspot.com/

Obrigada!!

Tainã Almeida disse...

Oi o seu blog é legal, visita o meu?

http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

beijos.

Natália Marsola disse...

"mas virá o dia em que a verdade vai surgir, nem alegria e nem tristeza, será o dia do alívio !" adoro forfun! :) beijos.