quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Triste realidade.


Eu parei por um instante e resolvi ver fora do meu mundo, das poucas coisas que me cercam e me mantêm viva. Vi pessoas sendo mortas a cada segundo, morrendo literalmente de fome, sendo desrespeitadas. Vi pessoas que, não sei por qual razão ou lei da natureza, acham que podem mandar nas outras e tirar-lhes tudo o que quiserem até mesmo a vida, quando na verdade todos são seres humanos que funcionam todos da mesma maneira. Vi coisas ruins e falta de justiça com a vida, onde pessoas boas morrem cedo e pessoas más continuam sendo más por um longo tempo. Vi que a verdade, justiça e bondade já não têm tanto valor nesse mundo. Vi que se revoltar não faz a mínima diferença, que essa é a realidade da nossa sociedade e tudo o que eu posso fazer é tentar aceitar, não se assustar e ficar calada. Vi que, apesar de inútil e utópico, fantasiar um mundo para mim mesma, viver nele e me manter afastada da realidade ruim é a minha melhor opção. Embora todos digam que não posso fechar meus olhos para a realidade, que eu não devo ter medo, que viver num mundo inventado não é a saída, eu digo que por enquanto é o que eu vou fazer, até eu conseguir me adaptar. Desculpem-me, descobri que não sou madura o suficiente para encarar tudo isso que vocês chamam de realidade. Eu não concordo que devamos encará-la, aceitá-la e nos adaptar a toda essa crueldade, isso é muito conformismo, mas entendo que com poucas pessoas pensando assim, o mundo continuará o mesmo, e não haverá nada que possamos fazer.

Um comentário:

*Amanda* disse...

Olá! Bom dia! Como está passando seu final de semana? Espero que bem! será que você pode dar uma olhadinha no meu blog? É porque agora é época de Halloween, e eu mudei o estilo! Espero que goste!

primeiro-livro.blogspot.com


Abraços,