sexta-feira, 9 de julho de 2010

Ele e ela ...


Ela andava na rua, ouvindo música em seus fones e tentando deter de sua mente todo o barulho dos carros e pessoas a sua volta.
Foi quando de longe o avistou, ela não sabia exatamente se era ele a pessoa por quem ela andava deixando suspiros escapar nos últimos dias, mas ela sentia. Tudo indicava que ele era aquele com o qual ela sonhava há dias durante toda a noite.
Ele passou ao seu lado e a olhou com aquele olhar que só ele poderia ter...
Ela parou tentou pensar por alguns minutos, mas seu cérebro estava incapaz de realizar qualquer ação que pudesse fazer algum sentido no momento.
Então ela apenas gritou o nome dele... Chamou-o com a esperança de que ele pudesse voltar e dizer tudo o que sentia por ela. No mesmo momento ele parou de andar, mas não olhou pra trás.
Ela o chamou mais uma vez, agora já estava incapaz de controlar qualquer ação de sua mente, sua boca soltava as palavras inconscientemente.
Ele ainda lá paralisado olhou para ela e a única que foi capaz de pronunciar foi “sim, sou eu”.
Pegou-a calmamente em seus braços e a abraçou por um longo minuto. Abraçou-a como se não houvesse mais nada ao redor deles, ele quis dizer tudo o que sentia por ela e ela também, mas ambos não conseguiam fazer mais nada. O abraço falou por eles, seus corações unidos um ao outro bastou para transmitir os sentimentos.
Se soltaram então com dor no coração, ele disse que já tinha que ir. Ela pediu que ele pudesse esperar um minuto.
Tirou então um dos fones de seu ouvido e deu a ele. A música que tocava era a canção deles, a música que em seus sonhos tantas vezes eles dançaram juntos.
E nesse momento ele a beijou.
Em suas mentes sabiam que isso era a coisa mais errada que poderiam fazer, eles sabiam que era proibido, que era traição. Mas foi bem mais forte que eles. Um beijo calmo, como se cada um quisesse aproveitar a única vez que poderiam sentir um ao outro. Calmo e suave, como nos filmes. Um beijo de despedida, o primeiro e o último.
Mais uma vez ele disse que precisava ir. E se foi...
Ela quis chamá-lo novamente, ele quis voltar e abraçá-la de novo. Mas nenhum dos dois fez nada. Apenas foram embora...

4 comentários:

Natasha Knorst disse...

Tem um selo pra você no meu blog! De uma olhada: http://natashaknorst.blogspot.com/ *:

Bidy disse...

Mi!!
Já li seu texto muitas vezes! Algumas pessoas comentaram sobre ele comigo! Passei varias horas aqui pensando sobre as coisas que li!! E já passei algumas outras horas pensando no que escrever!! Me parece que nada que venha a minha cabeça é suficiente pra comentar sobre o que eu li!!
Em um sonho eu descobri sobre o que queria te falar. O fim do seu texto não é o mesmo que tive em meu sonho!! Porque se eu conheço esse garoto, ele não seria bobo (ou bobão) de deixar o amor da vida dele partir e não fazer nada!!
Portanto se tiver afim de escrever essa historia na sua vida, o que você acha de mudar esse final?? Fazer acontecer!! Porque eu acho que não é assim que acaba.
Gosto muito de você princesa!! Beijos!!
Bidy

Sob O Céu 2 por Marcella Leal disse...

Passei aqui para avisar que a continuação de Sob O Céu 2 começará a ser postada na terça feira, dia 20 de julho e se você leu e gostou da primeira parte da história, gostaria que lesse e deixasse sua opinião. Beijos e otimo final de semana.

- Marcella Leal

Beto disse...

Depois que eu digo, que você sabe muitoo bem escrever para o seu blog...
Sem comentarios pra vc ><'

coolzoneex.blogspot.com <- quem quizer :D